Marta Suplicy detona indicação de Juca Ferreira e PT quer saída de Ideli dos Direitos Humanos


 

Politica - 31/12/2014 - 07:37:36

 

Marta Suplicy detona indicação de Juca Ferreira e PT quer saída de Ideli dos Direitos Humanos

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Abr

 

Juca Ferreira será o novo ministro da Cultura apartir de 1º de janeiro de 2015

Juca Ferreira será o novo ministro da Cultura apartir de 1º de janeiro de 2015


A senadora e ex-ministra da Cultura Marta Suplicy fez uma dura crítica à indicação de Juca Ferreira para o Ministério da Cultura pela presidente Dilma Rousseff, anunciada nesta terça-feira. Em sua página oficial no Facebook, Marta afirmou que Juca promoveu "desmandos" na pasta. O sociólogo foi Ministro da Cultura de agosto de 2008 até o final da gestão de Lula, em 2012, e anteriormente foi secretário executivo do ministro Gilberto Gil.

Não é a primeira crítica pública de Marta Suplicy ao governo Dilma. Na sua carta de demissão, Marta afirmou que esperava uma equipe que "resgatasse a confiança e a credibilidade" ao governo da presidente reeleita. Também sobra uma indireta para Alexandre Padilha, candidato derrotado do PT ao Governo do Estado de São Paulo, quando Marta afirma que é "sintomático" o anúncio partir dele.

 

"Nada mais sintomático do que Alexandre Padilha, aquele que foi rejeitado pelo povo paulista, nas últimas eleições, para anunciar Juca Ferreira no Ministério da Cultura. 

A população brasileira não faz ideia dos desmandos que este senhor promoveu à frente da Cultura brasileira. O povo da Cultura, que tão bem o conhece, saberá dizer o que isto representa", disse a ex-ministra.

Durante o período como ministra, Marta promoveu o "vale-cultura", um projeto de 2009 do ex-ministro Juca Ferreira. 

Juca atualmente é secretário de Cultura da prefeitura de São Paulo, na gestão do petista Fernando Haddad. Segundo nota oficial, Dilma agradeceu a dedicação da ministra interina Ana Cristina da Cunha Wanzeler, que comandou o ministério após a saída de Marta Suplicy.

Juca Ferreira e Marta Suplicy

O sociólogo foi coordenador da área de Cultura da campanha da presidente Dilma Rousseff e articulou o apoio de artistas. 




Grupo do PT pede saída de Ideli dos Direitos Humanos

 

Setorial do partido pediu um nome ligado aos direitos humanos para contrapor setores conservadores

Ideli Salvatti

O Setorial Nacional de Direitos Humanos do Partido dos Trabalhadores (PT) pediu, em nota divulgada nesta terça-feira, a saída da ministra Ideli Salvatti da Secretaria de Direitos Humanos (SDH). Para o grupo, é necessário colocar um nome ligado à área para contrapor setores conservadores.

“Ficando a SDH com o Partido dos Trabalhadores, há um entendimento que a ministra deu a sua contribuição, mas é necessária para qualificação da SDH a nomeação de algum petista ligado à área dos Direitos Humanos”, diz o comunicado, sem citar o nome de Ideli.

A ex-senadora petista, que já passou por outros dois ministérios, é cotada para continuar na pasta de Direitos Humanos. A nota do setorial do PT foi divulgada diante da expectativa da confirmação dos últimos 15 nomes para compor o ministério.

O comunicado lembra que a reforma ministerial sofre críticas pela indicação de políticos sem relação direta com as pastas. “O governo Dilma está sendo atacado por colocar ministros completamente estranhos às suas pastas, manter a atual ministra na pasta de Direitos Humanos seria corroborar com isso.”

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Chilenos escolhem hoje novo presidente


Inep libera conteúdo de videoprovas em libras do Enem 2017


Malcolm Young do AC/DC morre aos 64 anos


Polícia prende Ronan Maria Pinto, dono do Diário do Grande ABC


Luiz Marinho é denunciado por fraude à licitação com agravantes e falsificação de documentos


Raquel Dodge defende prisão após condenação em 2ª instância em parecer enviado ao STF