Pais e professores aprovam ensino em tempo integral de São Bernardo


 

ABCD - 02/03/2017 - 19:40:57

 

Pais e professores aprovam ensino em tempo integral de São Bernardo

Pais e professores aprovam ensino em tempo integral de São Bernardo

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Gabriel Inamine / PMSBC

 

Placa Inaugural da Escola de Tempo Integral

Placa Inaugural da Escola de Tempo Integral


Após quase um mês do lançamento do “Educar Mais”, baseado na oferta de aulas em tempo integral nas escolas municipais, pais de alunos e professores da rede avaliaram positivamente o processo de transição e a nova estrutura de ensino ofertada nas unidades contempladas pelo projeto. Desde a abertura do ano letivo, no dia 7 de fevereiro, a iniciativa ampliou de 5h para 9h a carga escolar de cinco Emebs de São Bernardo, beneficiando 1.174 crianças de zero a dez anos. 

“Quando soube da notícia fiquei apreensiva por conta da carga horária e por não saber se a escola teria todas as ferramentas para oferecer ensino de tempo integral, mas vejo que meu filho está gostando muito. Ele se adaptou bem e chega em casa no final da tarde com disposição para desempenhar outras atividades. É importante, porque, além de aprender, a criança se desenvolve e socializa com outros alunos”, enfatizou a mãe Amanda de Lima Baptista, 42 anos, desempregada. 

Em ato simbólico de inauguração do programa – marcado pelo descerramento da placa inaugural da Escola de Tempo Integral na Emeb Professora Sylvia Marilena Zanette, no bairro Jordanópolis –, o prefeito Orlando Morando, acompanhado da secretária de Educação, Suzana Dechechi, também exaltou a iniciativa e destacou planos de ampliação da ação. Estiveram presentes também o vice-prefeito e titular da pasta de Serviços Urbanos, Marcelo Lima, demais secretários, vereadores e profissionais da Educação. 

“Em 30 dias de governo implementamos cinco escolas de tempo integral, em linha com o proposto no nosso programa de governo. Vamos ampliar esse programa ano a ano. Até o próximo semestre mais cinco escolas também passarão a compor o Educar Mais, contemplando mais de 2 mil alunos da nossa rede”, enfatizou o chefe do Executivo. Para atender a extensão do período de ensino, 30 novos professores foram contratados – uma média de seis novos profissionais em cada unidade escolar.

Professora da rede municipal desde 1999, Luciana Consentino destacou a ampliação das “possibilidades pedagógicas” e do maior acompanhamento do aluno implementado com o programa lançado pela nova gestão. “Hoje, temos o trabalho com especialistas de Educação Física, Artes, Línguas, Laboratório de Informática, além do trabalho de iniciação científica que abrange a área de Robótica e de Linguagem de Programação, o que antes estava restrito ao 5º ano. Agora, estamos conseguindo trabalhar desde os pequenininhos. Isso é muito legal, porque quanto mais cedo começa o trabalho, melhor o retorno”, disse.

A nova ação também agrega as disciplinas da Base Nacional Comum Curricular, oferecendo atividades complementares de Grupos de Estudos, Jogos de Tabuleiro, Linguagens Artísticas, Educação Ambiental, Iniciação Cientifica, Cultura do Movimento, Protagonismo Infantil e Pensando no Futuro, para todos os estudantes. “São atividades diferenciadas que vão fazer com que as nossas crianças aprendam com vontade e tornem-se adultos críticos e capazes de fazer a diferença no futuro”, disse a titular de Educação.

Além da Emeb Professora Sylvia Marilena F. Zanette, também integram o Educar Mais as escolas Ariano Suassuna (Jardim Farina), Ítalo Damiani (Estr. do Taquacetuba), Marcos José Ribeiro (Ferrazópolis), Professora Sylvia Marilena Fantacini Zanetti (Jordanópolis) e no CEU Luiza Maria de Farias (Jardim Silvina).

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Cadastur: Mais de 70% dos meios de hospedagem do país estão irregulares


Alex Manente e PT juntos mais uma vez


PT e aliados de Luiz Marinho mostram as garras e assumem a frente da invasão


Lula e Gilberto Carvalho se tornam réus por corrupção passiva


MPF pede manutenção da prisão preventiva de Jacob Barata Filho


MTST ocupa portaria do Ministério da Fazenda em protesto contra ajuste fiscal