Nacional - 07/03/2017 - 22:47:30

 

Anvisa aprova resolução que proíbe venda de termômetro com mercúrio

Anvisa aprova resolução que proíbe venda de termômetro com mercúrio

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

termômetro com mercúrio

termômetro com mercúrio


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje (7) uma resolução que proíbe a comercialização de termômetros e aparelhos de medir pressão que utilizam mercúrio. A medida vale a partir de 2019. De acordo com a Anvisa, a proposta de proibir o uso desses equipamentos no país faz parte do compromisso do Brasil de banir produtos com mercúrio até 2020.

Os aparelhos têm uma coluna transparente, contendo mercúrio no interior, com a finalidade de aferir valores de temperatura corporal (no caso do termômetro) e pressão arterial (no caso do esfigmomanômetro).

Em junho do ano passado, a agência abriu consulta pública sobre o tema. Na ocasião, a agência destacou o compromisso firmado com a Convenção de Minamata, onde 140 países, incluído o Brasil, se comprometeram com o controle do uso e redução de emissões e liberações do mercúrio para a natureza. A Anvisa destaca que no mercado já existem os termômetros e medidores de pressão digitais, alternativos aos com a coluna de mercúrio.

ANVISA

Termômetros digitais são mais caros

A reportagem entrou em contato com duas redes de farmácias. Uma delas já não comercializa mais o termômetro de mercúrio. Na farmácia que comercializa ambos, o termômetro digital custa quase o dobro daquele feito com coluna de mercúrio. O digital mais barato custa R$ 19,90 e o com mercúrio R$ 10. O aparelho digital, que funciona alimentado por uma bateria, tem a vida útil mais curta que o termômetro feito de mercúrio que, se não sofrer quedas, pode durar, como disse o próprio vendedor ao repórter, “a vida toda”.

Portarias do INMETRO proibiram o uso de termômetros de mercúrio no final de 2011

O Diário Oficial da União (DOU) publicou, no dia 24 de novembro de 2011, duas portarias, de 23 de novembro, do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO). A Portaria nº 441 altera a Portaria nº 71, de 28 de abril de 2003, e a Portaria nº 442 altera a Portaria nº 245, de 17 de outubro de 2000, proibindo o uso do mercúrio nos termômetros Tipo I (-10 ºC a 50 ºC) de divisão de 0,5 ºC. 

Diversas ações nacionais e internacionais vêm sendo feitas para diminuir o uso do mercúrio, que traz riscos à saúde e ao meio ambiente, pois é um agente biocumulativo e neurotóxico. A eliminação do uso de mercúrio nos termômetros Tipo I é possível, pois já existem, no mercado brasileiro, líquidos termométricos que substituem o mercúrio na faixa de -10 ºC a 50 ºC.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Novo Portal do CNJ: notícias e decisões mais acessíveis ao cidadão


São Bernardo é rebaixado para a Série A2 depois de perder para o São Paulo no 1º de Maio


Santo André vence de virada o Audax e escapa do rebaixamento


Santos bate Novorizontino de virada e confirma liderança na Vila Belmiro


Ponte derrota o Palmeiras em Campinas


Corinthians faz 3 a 1 sobre o Linense em Itaquera