Fachin separa investigação sobre Temer e Aécio Neves no STF


 

Politica - 30/05/2017 - 18:59:23

 

Fachin separa investigação sobre Temer e Aécio Neves no STF

 

Da Redação com Abr

Foto(s): Montagem

 

Senador Aécio Neves, afastado, e o presidente Michel Temer

Senador Aécio Neves, afastado, e o presidente Michel Temer


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin decidiu hoje (30) separar as investigações sobre o presidente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), abertas a partir do acordo de delação premiada da JBS. Com a decisão, o inquérito tramitará de forma separada. Todos os acusados passaram a ser investigados no mesmo processo no STF porque foram citados nos depoimentos de Joesley Batista, dono da JBS.

As decisões foram motivadas por pedidos de desmembramento dos inquéritos pelos advogados de defesa. Na semana passada, em recurso encaminhado ao Supremo, após ser afastado do mandato por Fachin, os advogados de Aécio Neves sustentaram que a investigação não deve permanecer com o ministro e que a decisão do ministro Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, não poderia ser tomada individualmente, mas pela Segunda Turma do STF.

De acordo com a defesa de Temer, o presidente deve responder aos fatos em um inquérito separado porque as condutas imputadas a ele não têm relação com as acusações contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto informou, por e-mail, que não vai se manifestar sobre o assunto.

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias




Planalto da Anchieta e Imigrantes seguem bloqueados nos dois sentidos


O custo Brasil


Jogos Campeões da Vida de São Bernardo inicia inscrições nesta terça-feira


Triplex de Lula no Guarujá é leiloado por R$ 2,2 milhões


Roberto Caldas renuncia ao cargo de juiz da Corte de Direitos Humanos


Conheça o perfil dos brasileiros convocados para a Copa do Mundo