“Mulher-Maravilha” finalmente coloca a DC no páreo contra a Marvel


 

Lazer - 01/06/2017 - 07:14:56

 

“Mulher-Maravilha” finalmente coloca a DC no páreo contra a Marvel

“Mulher-Maravilha” finalmente coloca a DC no páreo contra a Marvel

 

Da Redação com TecMundo

Foto(s): Divulgação / Warner Bros

 

Mulher Maravilha 2017

Mulher Maravilha 2017


“Mulher-Maravilha”, filme que adapta a história da amazona Diana Prince e dá continuidade ao universo cinematográfico da DC Comics estreia esta semana. As quase 2h30 de projeção fazem justiça à personagem: contam bem suas origens e introduzem todos os seus principais elementos, com sequências de ação eletrizantes. Para os fãs é um alívio e finalmente uma referência do que pode ser colocado em uma disputa justa com o que o rival Marvel Studios vem fazendo até agora.

Bem, o plot básico: Diana (Gal Gadot) cresce em meio às mulheres guerreiras da Ilha Paraíso, sob o olhar atento de sua mãe, Hipólita (Connie Nielsen), e o treinamento árduo de sua tia Antíope (Robin Wright). Tudo muda com a chegada do primeiro homem em muito tempo, Steve Trevor (Chris Pine), que acidentalmente descobre a região ao fugir de inimigos durante a Primeira Guerra Mundial.

Mulher-Maravilha “Begins”

Essa é uma história de origem, então você vai ver o crescimento de Diana e parte do cotidiano das mulheres da Ilha Paraíso, seu comportamento naturalmente inclinado para a batalha. A heroína ainda não está a par de todos seus poderes e Gal Gadot faz um bom trabalho ao alternar entre os momentos de ingenuidade e fúria.

Os principais componentes do início da jornada de Diana estão ali. O pano de fundo enraizado na mitologia grega, o choque cultural e o aprendizado da guerreira. A diretora Patty Jenkins acertou em cheio ao trocar a Segunda Guerra Mundial pela Primeira Guerra Mundial: além de ser um um material que não foi tão explorado na cultura pop, o início do século XX oferece um cenário de intolerância, especialmente em relação à mulheres, que cabe muito bem com o momento que vivemos hoje — e nada mais justo que a Mulher-Maravilha apareça para quebrar o paradigma e exaltar o empoderamento feminino.

O tom certo

Tudo bem que com a DC Comics estamos falando de deuses e guerras na Terra — e isso sempre vem acompanhado de certo nível de violência. Sim, a Mulher-Maravilha mata, assim como o Superman e o Batman da DC Films. Mas o tom do filme passa longe de ser sombrio: a adaptação cultural de Diana em “nosso mundo” traz um frescor à narrativa e a presença de Chris Pine garante boas pitadas de humor à trama.

"Diretora Patty Jenkis é fã do trabalho de Richard Donner em Superman"

Patty Jenkins, fã declarada do primeiro “Superman”, faz um trabalho semelhante ao de Richard Donner — e até uma clara homenagem em uma sequência em que Diana salva Trevor — quando mostra como uma guerreira tão poderosa pode também ser doce e até meio atrapalhada, a exemplo de qualquer um de nós. Aliás, a mensagem de esperança e otimismo deixado ao final do filme mostra que a Warner está disposta a ver tempos mais brilhantes nos dias que virão.

Lutas incríveis

Algo que chama muita atenção são as sequências de ação. Ver a Mulher-Maravilha lutando é altamente recompensador: Gal Gadot mostra beleza e força em golpes poderosos e que valorizam as armas mágicas do cânone da heroína. Os movimentos são bem diferentes dos filmes “para garotos” e é muito bom ver isso por outra perspectiva.

Diana usa seu escudo para enfrentar inimigos armados até os dentes, inspira quem pouca esperança tem, chuta e corta sem dó seus oponentes e tudo isso é feito com muita graça e fúria. Parece uma dança mortal, com efeitos especiais muito bem aplicados e aquela divertida trilha tribal turbinada com guitarras — composta por Rupert Gregson-Williams.

Vilões e alguns detalhes

Ok, nem tudo deu tão certo. Os vilões — e isso não é exclusividade do Marvel Studios — ainda não funcionaram 100%. A Doutora Veneno (Elena Anaya) deve mesmo ter saído de um filme do Almodóvar e não foi muito bem construída, assim como o General Ludendorff (Danny Huston).

"Atriz Elena Anaya usa máscara que lembra seu papel em A Pele que Habito"

A mudança da Mulher-Maravilha em treinamento para “full power” também é pouco convincente e acontece em um período de tempo estranho, até parece que tudo aconteceu em poucas horas. E Steve Trevor não se assemelha com um homem de sua época no contexto do filme, ele é tão polido e de plástico que a sensação é dele ter viajado no tempo, de 2017 para 1914.

Mas, enfim, nada disso chega a atrapalhar a diversão.

Vale a pena?

Sim, e muito. É gratificante finalmente podermos ver um grande ícone feminino dos quadrinhos bem representado nas telonas. Quem manda aqui é a Mulher-Maravilha e ela realmente tem tudo o que os fãs mais gostam de sua contraparte de papel ou dos desenhos animados.

As cenas de ação e o tom balanceado fazem desta uma experiência muito divertida e deixam os espectadores sonhando com uma Liga da Justiça incrível — algo que a maioria ainda duvida, mesmo com o sucesso desse longa de Patty Jenkins. Então, fica a dica DC Films: se essa for a direção daqui para frente é bom o Marvel Studios se preparar, porque a rivalidade das editoras finalmente será levada para um nível interessante nos cinemas.

SINOPSE E DETALHES

Não recomendado para menores de 12 anos

Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince (Gal Gadot) nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor (Chris Pine) se acidenta e cai numa praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.

  • Título original: Wonder Woman
  • Distribuidor: WARNER BROS.
  • Ano de produção: 2017
  • Tipo de filme: longa-metragem
  • Idioma: Inglês
  • Cor: Colorido
  • Data de lançamento: 1 de junho de 2017 (2h 21min)
  • Direção: Patty Jenkins
  • Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Connie Nielsen mais
  • Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia
  • Nacionalidade: EUA

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Chanceler venezuelano chama presidentes do Brasil e do Paraguai de 'imorais'


Praias de Santos passam a ser geridas pela prefeitura a partir do dia 21 de agosto


Inscrições para vestibular da USP podem ser feitas até 11 de setembro


Ministro diz que são falsas notícias de que salário mínimo será reduzido


Inscrições para o ProUni terminam sexta-feira para estudantes não matriculados


Temer está Maduro para cair. Maduro tem tudo a Temer.