Santos goleia o Bahia no Pacaembu e ocupa a terceira posição no Brasileirão 2017


 

Esporte - 23/07/2017 - 21:03:47

 

Santos goleia o Bahia no Pacaembu e ocupa a terceira posição no Brasileirão 2017

Santos goleia o Bahia no Pacaembu e ocupa a terceira posição no Brasileirão 2017

 

Da Redação com Gazeta Esportiva

Foto(s): Gazeta Press

 

Com três gols de Bruno Henrique, o Santos recuperou o terceiro lugar, perdido no sábado com a vitória do Flamengo

Com três gols de Bruno Henrique, o Santos recuperou o terceiro lugar, perdido no sábado com a vitória do Flamengo


O Santos está se firmando cada vez mais no G4 do Campeonato Brasileiro. Empurrado por um lotado Pacaembu nesta ensolarada manhã de domingo, o Santos derrotou o Bahia, por 3 a 0, em duelo válido pela 16ª rodada do torneio nacional. Foi a quarta vitória nos últimos seis jogos da equipe da Baixada, que mantém os líderes Corinthians e Grêmio no radar da tabela de classificação.

Com três gols de Bruno Henrique, o Santos recuperou o terceiro lugar, perdido no sábado com a vitória do Flamengo, ao alcançar os 30 pontos ganhos, um a menos que o Grêmio e a dez do Corinthians. Os gaúchos, porém, ainda jogam contra o São Paulo no encerramento da rodada. O Bahia, por sua vez, caiu para a 13ª posição, com 19 pontos.

Antes de pensar no Brasileirão, o time comandado por Levir Culpi se preocupará com um mata-mata. Às 21h45 (de Brasília) da próxima quarta-feira, o Santos, embalado e com moral pela boa vitória conquistada neste domingo, receberá o Flamengo na Vila Belmiro, precisando reverter uma desvantagem de 2 a 0 para avançar às semifinais da Copa do Brasil.

Pelo torneio de pontos corridos, a equipe alvinegra voltará a campo no domingo, dia 30, para encarar o Grêmio, a partir das 19 horas, em Porto Alegre. Já o Bahia buscará a reabilitação diante do Sport, na Arena Fonte Nova, às 16h do mesmo dia.

O JOGO

Bem marcado pelo Bahia, o Santos começou cometendo falhas na defesa e, em uma delas, por pouco não saiu atrás no placar. Aos cinco minutos, David Braz saiu mal pela esquerda e perdeu a bola para o atacante Zé Rafael, que bateu forte e cruzado, exigindo grande defesa de Vanderlei. O time da casa não demorou a responder. Aos 13, Jean Mota roubou a bola pela esquerda e fez ótimo passe para Copete, que invadiu a área e bateu forte, mas na rede pelo lado de fora.

Dez minutos depois, polêmica: após boa triangulação santista, Lucas Lima entrou na área e caiu em dividida com o zagueiro Tiago. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães apontou a marca da cal, mas logo em seguida voltou atrás na decisão depois de conversar com o auxiliar de linha de fundo e sinalizou apenas escanteio.

A ira de torcida e jogadores alvinegros em função da marcação do juiz durou pouco, no entanto. Aos 28 minutos, Copete foi acionado na direita e tocou para Kayke, que bateu forte e cruzado. O goleiro Jean não agarrou e, no rebote, o até então apagado Bruno Henrique apareceu sozinho na esquerda e só teve o trabalho de empurrar para a rede, colocando o Santos à frente no marcador.

Já mais à vontade em campo, após sofrer no início com o estilo cadenciado do Bahia, o Santos ainda aumentou a sua vantagem antes do intervalo. E foi com um golaço. Aos 45, Vecchio, com um belo chapéu no meio-campo, puxou o contra-ataque e passou para Lucas Lima, que deu uma ‘caneta’ no lateral direito Eduardo e finalizou para defesa parcial de Jean. No rebote, mais uma vez, Bruno Henrique marcou o seu segundo tento na partida, tendo o nome gritado pela torcida em seguida.

Precisando voltar para o jogo, o Bahia se lançou ao ataque no começo da etapa final. E a estratégia quase deu certo aos oito minutos, quando o ex-Corinthians Mendoza recebeu na esquerda, se livrou de três marcadores e rasteiro na área para Vinicius girar e bater. O meia, porém, não contava com mais uma ótima defesa de Vanderlei, que saltou no canto esquerdo para salvar.

Mais agressivo, o Tricolor baiano chegou perigosamente de novo quatro minutos depois: Vinicius ganhou de Noguera na dividida e arriscou de fora da área. A bola passou tirando tinta da trave de Vanderlei. Aos 21, o arqueiro alvinegro voltou a trabalhar ao mandar para escanteio uma pancada do volante Juninho em cobrança de falta.

Apesar da atuação mais apagada no segundo tempo, o Santos liquidou a partida aos 30 minutos. De novo com Bruno Henrique, que aproveitou cruzamento de Daniel Guedes e sobra em dividida de Noguera com o zagueiro do Bahia para finalizar livre de marcação e marcar o seu terceiro gol no jogo.

No fim, o Santos ainda se safou de levar ao menos um gol nas boas chances que o Bahia criou na base do abafa. No entanto, a equipe da Baixada conseguiu administrar o placar trocando passes, com direito a “olé” da torcida, que deixou contente o Pacaembu


FICHA TÉCNICA

SANTOS 3 X 0 BAHIA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 23 de julho de 2017, domingo

Horário: 11 horas (de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)

Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

Público: 32.869 pagantes/ 35.769 no total

Renda: R$ 1.282.430

Cartão Amarelo: Eduardo (Bahia); Daniel Guedes (Santos)


Gols

SANTOS: Bruno Henrique, aos 28 e 45 minutos do 1º tempo, e aos 30 minutos do 2º tempo


SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Fabián Noguera, David Braz e Jean Mota; Yuri, Vecchio (Rafael Longuine) e Lucas Lima; Copete (Alison), Bruno Henrique e Kayke (Thiago Ribeiro) - Técnico: Levir Culpi

BAHIA: Jean; Eduardo (Éder), Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Júnior, Juninho, Vinicius e Allione (Júnior Brumado); Zé Rafael e João Paulo (Mendoza) - Técnico: Jorginho

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Enem: temas de atualidade são tão importantes quanto conteúdo aprendido em aula


Caetano Veloso processa MBL e Alexandre Frota por ser chamado de pedófilo


Espanha decide destituir presidente da Catalunha e convocar eleição regional


Tropicália 50 anos: A história do movimento que marcou a cultura nacional


Senacon investigará aéreas por dizer que bagagem cobrada baratearia passagens


IGP-M acumula deflação de 1,3% em 12 meses