São Paulo perde para o Bahia e fica na zona de degola


 

Esporte - 06/08/2017 - 18:27:45

 

São Paulo perde para o Bahia e fica na zona de degola

São Paulo perde para o Bahia e fica na zona de degola

 

Da Redação com Gazeta Esportiva

Foto(s): Divulgação / Bahia / Twitter

 

Mendoza, ex-Corinthians, marcou o segundo gol da vitória baiana

Mendoza, ex-Corinthians, marcou o segundo gol da vitória baiana


O São Paulo começará o segundo turno do Campeonato Brasileiro pressionado pelo fantasma do rebaixamento. Isto, porque na tarde deste domingo o time do Morumbi amargou a décima derrota na competição, sendo a segunda consecutiva. Desta vez, para o Bahia, por 2 a 1, na Arena Fonte Nova, em confronto direto na parte de baixo da tabela.

Com gols de Régis e do colombiano Mendoza, o Bahia ganhou três posições e assumiu o 13º lugar, com 23 pontos. Já o São Paulo, que descontou com Hernanes, estacionou na 17ª colocação, com 19 pontos, ainda dentro da zona de descenso, portanto.

Com uma semana cheia de treinos pela frente, o Tricolor paulista buscará a reabilitação diante do Cruzeiro, no próximo domingo (13), às 11 horas (de Brasília), no Morumbi. O Bahia, que voltou a vencer em casa após seis rodadas, visitará o Atlético-PR às 19h do mesmo dia, em Curitiba.

O JOGO

O São Paulo começou sendo pressionado, mas foi dele a primeira grande chance de gol da partida. Aos seis minutos, o Bahia errou na saída e perdeu a bola para Lucas Pratto, que achou Marcinho livre na direita. O atacante, porém, demorou a finalizar e acabou chutando de canhota, por cima da meta defendida pelo goleiro Jean.

Muito em função da marcação alta, os paulistas equilibraram as ações e criaram mais uma boa oportunidade de abrir o placar. Aos 31, Pratto roubou a bola no meio-campo e passou para Cueva na esquerda. O peruano limpou a marcação e bateu colocado, tirando tinta da trave esquerda. Apesar de o primeiro tempo ter sido fraco em sua maioria, com muitos passes errados de ambos os times, os minutos finais foram frenéticos.

Em dois lances marcados por falhas da defesa são-paulina, o Bahia abriu 2 a 0. Primeiro, aos 39, com Régis aproveitando cruzamento rasteiro de Rodrigão e furo de Arboleda. Depois, aos 43, Araruna errou na saída de bola, que caiu nos pés de Zé Rafael, em impedimento. Na sequência, Mendoza recebeu passe de Régis e só tocou para as redes. Já nos acréscimos, o goleiro Jean cometeu pênalti desnecessário em Pratto e que foi convertido por Hernanes.

Necessitando desesperadamente do empate, o São Paulo se lançou ao ataque no começo da etapa final. Conseguiu algumas faltas para colocar a bola na área rival, mas a zaga baiana afastou todas. Aos 15, o time da casa teve a chance de marcar o terceiro em contra-ataque, em nova falha da defesa paulista, mas Rodrigão chutou fraco, em cima de Renan.

O técnico Dorival júnior, então, decidiu mudar. Colocou Marcos Guilherme, Brenner e Júnior Tavares nos lugares de Jucilei, Marcinho e Edimar, respectivamente. Aos 22 minutos, polêmica. Após cobrança de falta frontal de Hernanes, Jean espalmou para a frente e Militão, que chegava para pegar o rebote, foi agarrado e derrubado por Edson. Apesar das reclamações, o árbitro João Batista de Arruda nada deu.

As alterações, contudo, não surtiram efeito. Repetindo o cenário da derrota para o Coritiba, o São Paulo tentou pressionar na base do abafa, chegou a ter 62% da posse de bola, mas não conseguiu criar chances de gol. Em contrapartida, o Bahia desperdiçou uma série de contra-ataques, porém manteve a vantagem até o final e comemorou a conquista dos três pontos, aumentando a pressão do lado paulista do confronto.


FICHA TÉCNICA

BAHIA 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 06 de agosto de 2017, domingo

Horário: 16h00 (de Brasília)

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)

Assistentes: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Eduardo de Souza Couto (RJ)

Público: 24.082 pagantes

Renda: R$ 667.377,00

Cartão Amarelo: Régis, Eduardo, Tiago e Jean (Bahia); Marcinho e Cueva (São Paulo)


Gols

BAHIA: Régis, aos 39, e Mendoza, aos 43 minutos, do 1º tempo

SÃO PAULO: Hernanes, aos 48 minutos do 1º tempo


BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Armero (Juninho Capixaba); Renê Júnior, Edson, Zé Rafael (Allione) e Régis (Juninho); Mendoza e Rodrigão - Técnico: Preto Casagrande (interino)

SÃO PAULO: Renan Ribeiro; Araruna, Militão, Arboleda e Edimar (Júnior Tavares); Jucilei (Marcos Guilherme), Petros e Hernanes; Marcinho (Brenner), Lucas Pratto e Christian Cueva - Técnico: Dorival Júnior

 



;

Links
Vídeo
Turismo SBC


Últimas Notícias



Chanceler venezuelano chama presidentes do Brasil e do Paraguai de 'imorais'


Praias de Santos passam a ser geridas pela prefeitura a partir do dia 21 de agosto


Inscrições para vestibular da USP podem ser feitas até 11 de setembro


Ministro diz que são falsas notícias de que salário mínimo será reduzido


Inscrições para o ProUni terminam sexta-feira para estudantes não matriculados


Temer está Maduro para cair. Maduro tem tudo a Temer.