Aumentos abusivos apavoram moradores de Santo André


 

ABCD - 24/01/2018 - 04:19:35

 

Aumentos abusivos apavoram moradores de Santo André

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Almir Cicote, PSB, presidente da Câmara de Santo André

Almir Cicote, PSB, presidente da Câmara de Santo André


Aumentos de até 75% na cobrança do IPTU deixaram em polvorosa moradores da cidade de Santo André neste início de janeiro.

Muitos já haviam se posicionado contra o aumento desde a sua aprovação pelos vereadores da base, na Câmara, no ano passado.

De acordo com Cicote, presidente da Câmara, o que os vereadores aprovaram foi somente uma revisão da planta. "O que aprovamos no ano passado, como você acompanhou, foi uma revisão da planta e não como vimos acontecer. Por isso montamos com um prefeito uma comissão que vai analisar caso a caso os aumentos", disse Cicote.

Ainda, de acordo com Cicote, o aumento, em alguns casos, ultrapassou o limite e por isso essa comissão é imprtante (veja matéria sobre esse assunto).

Com relação a eventuais multas e juros e a garantia dos descontos, Cicote diz que está suspenso e garantido os direitos dos munícipes.

Enquanto isso, do lado de fora do poder, a população se organiza em manifestações contra o aumento do IPTU.

"No último domingo, na casa do prefeito Paulo Serra, ele prometeu receber na prefeitura todo mundo na segunda feira, 22, às 18 horas, mas agora esta pulando fora. Criamos uma comissão para manter um diálogo, mostrando nossas reivindicações. Resposta não recebeu a comissão e o secretario avisou que o mesmo não estava mais no gabinete. O secretario disse que a comissão será recebida hoe (terça feira ) às 18:00 horas. E dos manifestantes que estavam presentes ele ficou de  avaliar o imposto que vence dia 23. E estudará o caso dos demais. Ficou decido que terça-feira vamos encher o paço para saber o que ficou resolvido, teremos a presença da mídia falada e escrita", disse Tio Donizete Ferreira um dos manifestantes.

De acordo com a legislação, o teto estabelecido para apartamentos, garagens e comércios é de 60% de aumento. Já para casas, é de 50% e, para indústrias, o valor pode subir até 70%. O aumento para os terrenos pode chegar a 80%.

"O que se viu foi um aumento abusivo", diz Olinda. "Lá no bairro Cidade Recreio da Borda do Campo teve um dos maiores aumentos. No entanto, esse bairro não tem saneamento básico, não tem esgoto e também não tem água encanada. Como pode isso?", pergunta indignada a moradora andreense. Cicote respondeu aos manifestantes dizendo que os casos serão analisados. "Os moradores precisam pagar um caminhão pipa para que as casas sejam abastecidas semanalmente", completou aquela moradora depois da intervenção de Cicote.

O bairro Cidade Recreio da Borda do Campo por ser um local onde antigamente haviam chácaras, as casas foram 'calculadas' como terrenos. Uma das casas tem dois mil metros quadrados de terreno, mas só quatrocentos de área construída – entretanto, o IPTU dessa unidade habitacional subiu 53%.

Eloisa Canova disse que "para se pedir revisão do valor se faz necessário ter avaliaçao de imobiliária ou corretor de imóveis credenciado, “juntar o requerimento“ e aí a prefeitura tem um prazo de 30 dias para responder o questionamento".

"Não vou pagar o IPTU VOU AGUARDAR O DESCONTO DE FINAL DE ANO", disparou Eloisa.

"A lista vergonhosa dos vereadores da situação que aprovaram este vergonhoso aumento do IPTU e que agora ficam fazendo 'livizinha' com pedido de desculpas tudo cara de pau", disse Gilzemar Almeida

"Moradores do edifício onde mora o prefeito Paulo Serra já se mobilizam para, na próxima assembléia de condomínio, cobrar providências dele, como morador e como Prefeito, para garantir a segurança e o bem estar dos demais moradores que ficaram encurralados no prédio, por algumas horas, no domingo, sem poder entrar e sair de carro devido ao protesto do IPTU. Tem morador mais exaltado que quer a saída do Prefeito do prédio... Será que o prédio do Paulinho será tão visado por populares como é o edifício onde mora o ex presidente Lula em São Bernardo do Campo?", afirma o jornalista João Antônio.

Parece que a população está esperando uma atitude mais radical, como a revogação da cobrança, mas isso parece que não irá ocorrer.
Para Cicote, uma frase resume tudo: "Esse é um governo de coragem".

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



No Dia Nacional de Combate ao Colesterol, Prefeitura de São Bernardo destaca ações e conscientização


São Bernardo implementa programa Escola de Pais


Prefeitura de São Bernardo e Sabesp dão início à segunda fase do Programa Pró-Billings


Prefeitura de São Bernardo realiza 1º Fórum da Atenção Básica


Prefeitura de São Bernardo inicia ações do “Agosto Dourado”


Com público recorde, maratona cultural no aniversário de São Bernardo atrai 8 mil pessoas