Caso Isama: 'Essas oscips estão dando trabalho que é um diabo', diz presidente do TCE-SP


 

ABCD - 23/01/2018 - 23:59:40

 

Caso Isama: 'Essas oscips estão dando trabalho que é um diabo', diz presidente do TCE-SP

 

Da Redação com agências

Foto(s): Divulgação / Arquivo / TCE-SP

 

Presidente do Tribunal de Contas de São Paulo (TCE-SP), Antônio Roque Citadini

Presidente do Tribunal de Contas de São Paulo (TCE-SP), Antônio Roque Citadini


“Essas oscips estão dando trabalho que é um diabo, viu… Todos os órgãos falaram contra. Houve falha no caráter procedimental da formalização, falta de apresentação de manifestação previa do conselho de políticas públicas e caracterizado que a contratação se trata de substituição e, não, de complemento. Tudo foi colocado e eu acompanho os órgãos da casa e do MPC (Ministério Público de Contas) pela irregularidade da parceria aqui colocada”.

A fala é do presidente do Tribunal de Contas de São Paulo (TCE-SP), Antônio Roque Citadini, durante a 41ª Sessão Ordinária da Segunda Câmara, sobre a “parceria” entre uma oscip, a ISAMA, e a Prefeitura de Santo André (SP), na área de Vigilância e Saúde, Controle de Zoonoses, serviços veterinários e elaboração de diagnóstico de Saúde Ambiental. Ou seja, terceirização direta, em uma só tacada, de vários serviços que deveriam ser feitos pela administração.

O termo de parceria, no valor de R$ 7.335.031,66, foi declarado irregular desde a fase de concursos de projetos, até a assinatura, em 15 de outubro de 2013, além dos dois termos aditivos que se seguiram.

O Instituto Saúde e Meio Ambiente (Isama) é uma organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip) que – confirmando a fala de Citadini – tem dado muito trabalho por conta de irregularidades praticadas em vários municípios, principalmente em Cubatão na Baixada Santista.

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



Dólar fecha em queda e Bovespa sobe 2,83%


Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro


BTG Pactual/FSB: Jair Bolsonaro tem 59% dos votos válidos; Haddad, 41%


Boleto acima de R$ 100 poderá ser pago em qualquer banco


Carla Morando está na liderança para estadual no Grande ABC


3,6 milhões de títulos de eleitor no país foram cancelados por não fazer o cadastro biométrico