Senado rejeita MP que criava cargos no Ministério da Fazenda


 

Politica - 28/05/2018 - 19:15:14

 

Senado rejeita MP que criava cargos no Ministério da Fazenda

 

Da Redação com Abr

Foto(s): Divulgação / Arquivo

 

Senador José Reguffe (sem partido-DF)

Senador José Reguffe (sem partido-DF)


O Senado rejeitou a medida provisória (MP) que criava cargos comissionados para integrar conselhos de supervisão dos regimes de recuperação fiscal dos estados. Enviada pelo governo federal, a MP foi aprovada na semana passada pela Câmara dos Deputados e, com a rejeição no Senado, perde a validade.

De acordo com o texto da MP, seriam criados três cargos em comissão de nível 6 do Grupo-Direção e Assessoramento Superiores (DAS 6). O objetivo era compor os conselhos, vinculados ao Ministério da Fazenda, responsáveis pela supervisão da implantação dos acordos de recuperação fiscal firmados entre o governo federal, os estados e o Distrito Federal.

Durante as discussões, os senadores criticaram a proposta, argumentando que é inviável aprovar a criação de cargos num momento de crise como este. Há oito dias, caminhoneiros de todo o país protestam contra os sucessivos aumentos no preço dos combustíveis.

“Isso é a piada pronta. O que o Senado Federal está fazendo agora, se aprovar esta medida, é uma piada pronta. Isso é absolutamente ridículo. Não dá para aceitar que, neste momento que o país vivendo, ainda queiram aprovar uma medida que vai criar cargos comissionados na estrutura do governo federal. Isso é absolutamente inaceitável”, reclamou o senador Reguffe (sem partido-DF).

Após o debate, o próprio líder do governo no Senado, Romero Jucá (MDB-RR), encaminhou voto contrário ao texto. Segundo Jucá, o objetivo prioritário dos senadores é votar de forma consensual as matérias que trancam a pauta e deixar o calendário livre para proposições que podem ajudar a pôr fim à crise.

"Estou vendo aqui a Casa dividida. Essa medida provisória é importante, mas não a ponto de ter que desunir a Casa. Então eu, como líder do governo, vou encaminhar voto contrário", afirmou.

Antes de determinar o início da votação, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse que tinha assumido o compromisso de votar as medidas provisórias que trancam a pauta. Aprová-las, ou não, cabe ao plenário, explicou. Depois de ouvir a fala de Jucá, ele encaminhou uma votação simbólica que rejeitou a MP.

 



;

Links
Vídeo


Últimas Notícias



No Dia Nacional de Combate ao Colesterol, Prefeitura de São Bernardo destaca ações e conscientização


São Bernardo implementa programa Escola de Pais


Prefeitura de São Bernardo e Sabesp dão início à segunda fase do Programa Pró-Billings


Prefeitura de São Bernardo realiza 1º Fórum da Atenção Básica


Prefeitura de São Bernardo inicia ações do “Agosto Dourado”


Com público recorde, maratona cultural no aniversário de São Bernardo atrai 8 mil pessoas